As tensões nas relações entre a China e os EUA estão forçando companhias americanas de tecnologia a se livrar de vários ativos chineses. A HP, que desde o ano passado, está tentando vender a participação majoritária na companhia H3C Technologies, especializada no desenvolvimento e venda de equipamentos e software de rede, já teria recebido pelo menos duas propostas formais: da estatal China Electronics Corp. e da Citic Capital Partners, segundo agência de notíciais internacionais.

A expectativa da HP é concluir um acordo para vender 51% da H3C até o fim de março próximo, segundo fontes. O anúncio da venda também teria atraído o interesse do CDH Investments Fund Management Co. e do braço de investimentos do ICBC International Holdings RT Capital. A H3C está avaliada em cerca de US$ 5 bilhões.

A preferência da HP seria vender o controle do negócio para investidores chineses para facilitar a transação, diante da resistência de Pequim de que grupos estrangeiros detenham o controle de companhias nacionais, disseram as fontes. A China tem incentivado o uso de tecnologia de fornecedores locais, como parte da estratégia que visa expurgar o uso de tecnologia estrangeira por bancos, repartições militares e governamentais até 2020.

A empresa norte-americana manifestou interesse em vender a participação na H3C a um grupo de fundos de chineses, em vez de a uma única companhia, com o propósito de diluiri a ingerência do futuro comprador nas operações do dia a dia.

A China Electronics é a maior empresa de tecnologia da informação estatal do país, com mais de 70 mil funcionários, e fabrica de computadores a chips até equipamentos de telecomunicações, de acordo com seu website. A empresa, cujo site estampa a foto de Mao Tsé-Tung, líder da Revolução Chinesa e fundador da República Popular da China, tem 13 unidades fabris, incluindo China Greatwall Computer Co. Shenzhen e Nanjing Panda Electronics Co.

A HP adquiriu a H3C em 2010 como parte de um acordo para comprar a fabricante de dispositivos de rede 3Com Corp. Anteriormente a H3C era controlada pela 3Com e a fabricante chinesa Huawei Technologies Co., que vendeu sua participação na empresa no início de 2007.

Fonte – Converge Comunicações | TI INSIDE Online

Share This